MUSEU DO MILHO

          O município de Xanxerê é conhecido como a Capital Estadual do Milho e desde 1982 realiza, bienalmente, a Festa Estadual do Milho (FEMI).

Com o objetivo de evidenciar esse título e resgatar a história de sua colonização , foi criado em 2004 o Museu do Milho, que se mantém instalado, no Parque de Exposições Rovilho Botuluzzi pela Secretaria de Esportes, Cultura e Lazer de Xanxerê e da Diretoria de Ações Culturais.

         O Museu agenda horários para visitação durante todo o ano, mas é durante a FEMI que tem seu maior público. Composto por fotos, objetos e documentos antigos (doados pela comunidade através de campanhas e visitas realizadas na zona rural e urbana da cidade), ele expressa a diversidade de culturas que colonizaram o município – destacando o cultivo do milho e os antigos métodos de trabalho.  Conserva um acervo de cerca de trezentas peças e a representação de um cenário que retrata a cultura local, principalmente o estilo de vida e de sobrevivência dos primeiros imigrantes da região.

Possui estilo rústico – construído com tijolo maciço, sem reboco, cobertura de telha cerâmica, piso de concreto desempenado, com forro e aberturas de madeira e em sua área externa conta com um moinho de pedra – que ainda produz farinha, além de uma roda d’água, um poço, um forno, um manjolo, cascata natural com bica d’água e uma cerca de taipas.

          Também no Parque Robilho Botuluzzi (localizado à Margem da BR 282), há um grande Milho construído em concreto armado, com 18 m de altura. O monumento há tempo é considerado uma atração turística e foi construído pela cidade ser reconhecida como a Capital do Milho.

Informações:

Onde: Xanxerê | SC (Aproximadamente 45 Km de Chapecó)

Quando: Com agendamento ou no período da FEMI (Feira Estadual do Milho)

Contato: (49) 34418566 | cultura@xanxere.sc.gov.br 

Texto: J.T. | Descubra Chapecó

Fonte: Prefeitura de Xanxerê