Nossa "Aurora Oestral"

Baseado nas cores de nosso céu ontem, buscamos mais a respeito dos fenômenos ocorridos no céu dos Polos do globo: as Auroras Polares (Aurora Boreal e Aurora Austral).

A Aurora Polar é um fenômeno fantasticamente lindo da natureza, resultado do impacto dos ventos solares com o campo magnético do planeta e pode ser vista em apenas alguns lugares do mundo.

O evento óptico composto de um brilho colorido nos céus noturnos nas regiões polares é causado pelo choque do plasma solar com partículas da atmosfera após o contato com o campo magnético da Terra.

No hemisfério Norte, se chama Aurora Boreal, enquanto no hemisfério Sul, Aurora Austral.

O fenômeno não é exclusivo do planeta Terra, sendo também observável em outros planetas do sistema solar como Júpiter, Saturno, Marte e Vênus.

Da mesma maneira, o fenômeno não é exclusivo da natureza, sendo também reproduzível artificialmente através de explosões nucleares ou em laboratório.

As principais cores formadas nas Auroras Polares são o verde e o vermelho.

➡️ O verde é formado pela emissão de átomos de oxigênio em altas camadas atmosféricas.

➡️ O vermelho é formado pela emissão de átomos de nitrogênio, em maior quantidade, e de oxigênio, em camadas mais baixas.


A Aurora Polar é visível a olho nu, podendo ser vista nos finais da tarde e durante a noite em meses específicos para cada polo. Mas tanto a aurora boreal quanto a austral a melhor época de ser ver é no inverno, isso porque, em latitudes muito altas (mais perto dos polos) há luz solar quase o dia todo no verão.

Então, se quiser caçar a aurora polar, prepare-se para passar frio. As auroras são mais visíveis durante a noite e quando o céu está sem nuvens.


➡️ Aurora Boreal:

Nos primeiros meses do ano, particularmente em janeiro, fevereiro e março, quando a maioria da neve já caiu e o céu está limpo no hemisfério norte.

Também pode ser vista no outono, nos meses de setembro e outubro.

O fenômeno é visível na Noruega, Suécia, Dinamarca, Alasca, Finlândia, Escócia, Rússia, Islândia, Groenlândia e Canadá.

➡️ Autora Austral

A cidade de Ushuaia, capital da Província da Terra do Fogo na Argentina, é um dos lugares que podemos observar a aurora austral. Trata-se da cidade mais austral do mundo e, por isso, é chamada de “fim do mundo”.

Além dela, esse fenômeno pode também ser observado na Austrália, Nova Zelândia e na Antártica.


📍 ENQUANTO ISSO NA TERRINHA...


Bem, não estamos em nenhum dos Polos da Terra, portanto, por razões óbvia, não temos AURORA POLAR.

Estamos no Oeste. No Velho Oeste. No Velho e Grande Oeste ( 💚 ).

MAS, somos privilegiados com um espetáculo da natureza a cada fim de tarde (especialmente aqueles dias pós tempestade). Nosso céu tem uma beleza inigualável e melhor que isso: conta com uma plateia entusiasta fascinada por suas cores!

Por isso, temos sim o céu mais bonito do Sul do mundo e esse fenômeno merece um nome à altura. Chamemos então: AURORA OESTRAL.


➡️ Busque por #auroraoestral no Instagram e veja as fotos compartilhada pelo pessoal da Terrinha através de nossa página.

➡️Utilize a #auroraoestral para divulgarmos a beleza das cores do nosso Céu



Texto: J.T. | Descubra Chapecó


Foto 1: Aurora Austral (Hemisfério Sul - Ushuaia)


Foto 2: Aurora Boreal (Hemisfério Norte)


Foto 3: Auroral OESTRAL ("Hemisfério OESTE" - Chapecó)

*Foto de Leonardo Gemelli


Foto 4: Auroral Oestral ("Hemisfério Oeste" - Chapecó)

*Foto de João Victor Vaz


Foto 5: Auroral Oestral ("Hemisfério Oeste" - Chapecó)

*Foto de Rafaela de Marco


Foto 6: Auroral Oestral ("Hemisfério Oeste" - Chapecó)

*Foto de Rafaela de Marco


Foto 7: Auroral Oestral ("Hemisfério Oeste" - Chapecó):

*Foto de Jordan Lisboa


Foto 8: Auroral Oestral ("Hemisfério Oeste" - Chapecó):

*Foto de Ariane Paimell

561 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo